top of page

O LUGRE

de Bernardo Santareno






22 a 31JUL 21

QUI a SAB 20h30

Auditório Municipal do

Fórum Cultural do Seixal






Na altura em que se comemora o nascimento de Bernardo Santareno (pseudónimo do Dr. António Martinho do Rosário), Fernanda Lapa endereçou ao Teatro da Terra o gentil convite para integrar o programa de homenagem a este que é um dos maiores dramaturgos portugueses de sempre.

Escolhemos O LUGRE pela qualidade da escrita, mas também porque é uma obra que está sustentada na experiência vivida pelo próprio autor na década de 1950, enquanto médico da frota de pesca do bacalhau, embarcado no navio-hospital Gil Eanes, e também nos arrastões Senhora do Mar e David Melgueiro, onde testemunha a saga dos pescadores portugueses, contrariando a visão pacífica, oficial, divulgada pela ditadura, das condições de trabalho e da pesca.

O Teatro da Terra junta ao seu portfólio, a minuciosa encenação de Maria João Luís, desta obra maior de Bernardo Santareno, ficcionada com b, ase numa das actividades mais duras e letais da nossa história recente, pela sua dimensão épica e pela real e verdadeira coragem dos seus protagonistas, que merecem ser lembrados com maior frequência.


encenação e figurinos MARIA JOÃO LUÍS, cenografia ANA TERESA CASTELO, composição e direcção musical RUI REBELO, desenho de Luz PEDRO DOMINGOS


com ANDRÉ ALBUQUERQUE, HELDER AGAPITO, PAULO DUARTE RIBEIRO, RODRIGO SARAIVA, SÉRGIO GOMES, TADEU FAUSTINO, TIAGO CORREIA, TOBIAS MONTEIRO, VITOR OLIVEIRA e ANTÓNIO FRAGOSO, FILIPE GOMES, JAIME GAMBOA, PAULO AMADO


assistência de encenação TIAGO CORREIA, caracterização CIDÁLIA ESPADINHA, fotografia ALÍPIO PADILHA, ilustração do cartaz AVELINO CARMO, produção executiva RITA DIEDRA, DIANA ESPECIAL, assistência de produção FILIPE GOMES, direcção de produção PEDRO DOMINGOS


produção TEATRO DA TERRA 2021

M/12 90 min.

21 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page