top of page

A ÚLTIMA REFEIÇÃO

de ANTÓNIO CABRITA






ESTREIA ABSOLUTA NO

38º FESTIVAL DE TEATRO DO SEIXAL



4 DEZEMBRO 2021

SÁBADO às 21h30


AUDITÓRIO MUNICIPAL

FÓRUM CULTURAL DO SEIXAL



encenação ANTÓNIO PIRES com MARIA JOÃO LUÍS


cenografia JOSÉ MANUEL CASTANHEIRA composição e direcção musical JOÃO LUCAS desenho de luz PEDRO DOMINGOS fotografia ALÍPIO PADILHA produção executiva DIANA ESPECIAL assistência de produção FILIPE GOMES direcção de produção PEDRO DOMINGOS


co-produção

TEATRO DA TERRA / CASA DAS ARTES DE V.N. DE FAMALICÃO

TEATRO MUNICIPAL BRAGANÇA / SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

M/12



Helena dispõe os ingredientes sobre a banca e deita mãos à obra: preparar uma última refeição para Bert. Escolheu fazer-lhe frango na púcara com temperos à Mãe Coragem. Assim começa este monólogo interpretado por Maria João Luís, escrito por António Cabrita e encenado por António Pires.

Enquanto cozinha, Helena vai discorrendo sobre a sua vida com Bert: as grandes alegrias por partilharem de um transcendente sonho teatral e por se confiarem incondicionalmente no palco, numa sintonia que os levou ao êxito, e por outro lado o sofrimento com as traições conjugais, o carácter de pinga-amor do Brecht e a sua noção alargada de "família"; a dureza da vida no exílio; o difícil regresso a Berlim e o seu papel de "mãe" para manter Bert no equilíbrio propício às suas necessidades criativas.

Bert já está no caixão, mas ela ficou de responder à morte na manhã seguinte, para o substituir ou não, enquanto nesse caso, a Morte o ressuscitaria. Em desespero, resolveu fazer o prato que Bert mais gostava e que considerava digno de ressuscitar um morto - talvez assim ela não precise sacrificar-se, pensa.


DEZ 21

9 a 11 |

CASA DAS ARTES DE V. N. FAMALICÃO

15 | TEATRO MUNICIPAL DE BRAGANÇA

18 | TEATRO DAS BEIRAS, COVILHÃ


JAN 22

20 a 22 | FÓRUM CULTURAL DO SEIXAL

FEV 22

15 a 20 | SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL, LISBOA

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page